Blog single

Hidratação e sua importância no âmbito de academias

Hidratação e sua importância no âmbito de academias

Saudações a todos!! Hoje vamos falar da importância da hidratação durante o seu treino.

Por vezes estamos treinando e acabamos esquecendo de nos hidratar, tanto antes, quanto durante e até mesmo depois do treinamento. E isso pode ser perigoso, afinal a água atua em funções que são essenciais para o funcionamento adequado de um organismo, pois a mesma faz parte da composição de nossas células, tecidos e órgãos. Estima-se que um ser humano adulto tenha cerca de 60% a 70% de seu corpo composto por água. Lembrando que essa porcentagem pode sofrer variações por múltiplos fatores, entre eles, a idade, o sexo e a condição física de cada indivíduo. Além disso, cada tecido exige uma porcentagem de água para o seu bom desempenho.

Sabendo disso, podemos ter uma noção do perigo da desidratação durante o treino, pois é nesse momento que sofremos uma perda considerável de líquidos corporais. E sendo um fator fisiológico de grande importância, precisamos nos atentar a nossa hidratação. O processo de desidratação pode influenciar negativamente o desempenho ou a performance de praticantes do treinamento de força.

Assim, aliado a outros fatores, como temperatura ambiente mais alta e a baixa umidade, a falta de ingestão de água pode levar o organismo a uma perda de massa corporal, gerando uma fadiga cognitiva-motora prejudicando o tempo de reação e coordenação, e por consequência, o indivíduo não consegue obter total êxito na atividade ou treinamento proposto.

Dessa forma, pesquisadores já criaram protocolos padrões para minimizar possíveis riscos de desidratação em um dia de treino. Assim, segundo a Sociedade Brasileira de Medicina Esportiva (SBME), é necessário que o praticante de exercício físico dê início ao processo de hidratação cerca de duas horas antes da prática de atividade, com ingestão entre 250 a 500 ml de água, mantendo durante o exercício e até ao final do mesmo. Lembrando que a hidratação deve continuar ao longo do dia, somente assim o indivíduo permanecerá hidratado antes, durante e depois da prática do exercício físico.

Outro ponto que merece destaque é que, de acordo com a SBME, a prática do exercício físico trabalha opostamente ao equilíbrio hídrico do corpo, então, durante as atividades que necessitam de qualquer tipo de esforço, há uma perda hídrica e de sais minerais por meio do suor. Ou seja, mais uma razão para sempre andarmos com a nossa garrafinha de água mineral por perto.

Por fim, como a água não pode ser armazenada para sempre em nosso corpo, é fundamental sempre ingerí-la para que haja um balanço do que foi perdido e para que o nosso metabolismo funcione de maneira adequada, restabelecendo a nossa temperatura, principalmente nesses dias tão quentes. Então não se esqueça e certifique-se de sempre ingerir quantidades corretas de água para um melhor desempenho e regeneração!

Referência : SOARES, Guilherme Lopes; BARBOZA, Clévia Fernanda Sies. AVALIAÇÃO DA PRÁTICA DE HIDRATAÇÃO EM PRATICANTES DE TREINAMENTO DE FORÇA DURANTE O TREINO E PÓS-TREINO DAS ACADEMIAS DE PETRÓPOLIS-RJ. Revista Uniabeu, v. 13, n. 33, 2020.

Leia também sobre Desnutrição: O desquilíbrio entre o consumo e as necessidades de nutrientes.

 

 

Estagiário Guilherme Tristão