Blog single

Hipertensão Arterial

Quase todo mundo já ouviu falar de hipertensão arterial ou pressão alta, mas infelizmente, a maioria não sabe exatamente o que significa e quais são seus efeitos negativos.

Hipertensão arterial é uma doença crônica em que a pressão sanguínea constantemente acomete as paredes dos vasos, não possui causa definida e se apresenta de forma sorrateira, por isso é chamada de doença silenciosa.

Considera-se normotenso um indivíduo que apresenta valores de pressão arterial entre 120 a 130 mmhg para sístole e 75 a 85 mmhg para diástole, que são momentos de preenchimento e esvaziamento das câmaras do coração. Este movimento de bombeamento do coração gera uma pressão a qual nossas artérias são submetidas. Valores acima de 140 X 90 mmhg são considerados alarmantes e indicam que o indivíduo deve procurar um cardiologista para acompanhar o caso.

No curto prazo a doença não gera graves sintomas, mas podem evoluir com o passar do tempo e tornarem-se doenças graves como, acidente vascular cerebral, insuficiência cardíaca, doença arterial periférica, incapacidade visual, doença renal crónica, entre outras.

Entre os fatores que concorrem para o surgimento da hipertensão estão: fatores hereditários, idade, sedentarismo que pode acarretar em obesidade, elevado nível de estresse, consumo de álcool, excesso de sal na dieta e o tabagismo. Mas, vale lembrar que alterações no estilo de vida podem alterar de forma significativa o acometimento desta doença crônica, antes mesmo do indivíduo ter que fazer uso de medicamentos.

NOTA IMPORTANTE

Segundo dados da Sociedade Brasileira de Hipertensão (SBH), atualmente, 33% dos brasileiros sofrem com a doença, o que torna o momento atual mais delicado do que nunca, haja vista que, a hipertensão arterial é uma comorbidade que ficou em evidência quando associada a COVID-19. Sabe-se que “O vírus infecta o miocárdio e o sistema cardiovascular, gerando problemas decorrentes da inflamação e da infecção direta do vírus. O sistema cardiovascular é afetado e o paciente pode apresentar arritmias, miocardites, insuficiência cardíaca e isquemia miocárdica. As complicações mais graves estão ligadas ao pulmão e ao coração e, quando não há um funcionamento adequado da pressão arterial, bem como do próprio coração, o corpo tem mais dificuldades para vencer a doença” – trecho extraído da biblioteca virtual da saúde 28/07/2020.

Portanto, o que já era necessário, torna-se ainda mais importante quando tratamos de cuidar da nossa saúde. Aqui na Julio Adnet, tratamos a atividade física como um antídoto para este mal, fazendo com que nossos clientes tenham acompanhamento periódico das condições de saúde, através do CGR (ciclo de gestão de resultados) com o MY SCORE e com o programa de acompanhamento AJA CARE, específico para os indivíduos hipertensos.

Quer saber mais?! Faça-nos uma visita!

Acompanhe nossas atividades diárias nas redes sociais: Facebook, Instagram e Youtube.

Marcelo Alcântara

 

Prof. Marcelo Alcântara
CREF 00515 G/DF

× Como posso te ajudar?